Translate this Page

'Este site fica melhor visualizado'

Em um dos navegadores abaixo:

   

Baixar: [ https://www.google.com/ ]

Baixar: [ http://br.mozdev.org/ ]

 

 

        

 

 

 

 

 

       

NÃO À PROSTITUIÇÃO E SUGAR BABY

  

        QUEM SE VENDE POR $$$:

             [ INFERNO-ETERNO ]

     [ www.combate-espiritual.com ]

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 '1.987 anos de Igreja Católica'

 '1.987 anos de Igreja Católica' 

======================

                   FONTE:

www.combate-espiritual.com ]

          

          

 

 

 

 

 

        

 

     

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                  

 

 

 

DOE SANGUE E OFEREÇA:

'Pelas Almas do Purgatório'

[ http://www.colsan.org.br/ ]

 

 

DOE R$ 10,00 E OFEREÇA:

'Pelas Almas do Purgatório'

https://hospitaldeamor.com.br/ ]

 

 

 

DOE R$ 10,00 E OFEREÇA:

'Pelas Almas do Purgatório'

https://www.acn.org.br/ ]

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

          

   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

    

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

'Oração contra Demônios Infernais' 

[ https://padrepauloricardo.org/blog/ ]

'Recitar essa Oração todos os Dias' 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

          

        

NÃO À PROSTITUIÇÃO E SUGAR DADDY

   

          QUEM PAGA $$$ POR SEXO:

  

              [ INFERNO-ETERNO ]

     [ www.combate-espiritual.com ]

 

       Copyright 2020 © Mauá-SP


CÉU
CÉU

'DOUTRINA DA IGREJA CATÓLICA SOBRE O CÉU'

207 - O QUE É A VIDA ETERNA? 1020 / 1051 (COMPÊNDIO)

'A VIDA ETERNA É A QUE SE INICIARÁ IMEDIATAMENTE APÓS A MORTE. ELA NÃO TERÁ FIM. SERÁ PRECEDIDA PARA CADA UM POR UM JUÍZO PARTICULAR REALIZADO POR CRISTO, JUIZ DOS VIVOS E DOS MORTOS, E SERÁ CONFIRMADA PELO JUÍZO FINAL'

208 - O QUE É O JUÍZO PARTICULAR? 1021 - 1022 / 1051

'É O JULGAMENTO DE RETRIBUIÇÃO IMEDIATA, QUE CADA UM, A PARTIR DA MORTE, RECEBE DE DEUS NA SUA ALMA IMORTAL, EM RELAÇÃO À SUA FÉ E ÀS SUAS OBRAS. TAL RETRIBUIÇÃO CONSISTE NO ACESSO À BEM-AVENTURANÇA DO CÉU, IMEDIATAMENTE OU DEPOIS DE UMA ADEQUADA PURIFICAÇÃO, OU ENTÃO À CONDENAÇÃO ETERNA NO INFERNO'

209 - O QUE SE ENTENDE POR "CÉU"? 1023 - 1026 / 1053 

'POR "CÉU" ENTENDE-SE O ESTADO DE FELICIDADE SUPREMA E DEFINITIVA. OS QUE MORREM NA GRAÇA DE DEUS E NÃO PRECISAM DE ULTERIOR PURIFICAÇÃO SÃO REUNIDOS À VOLTA DE JESUS E DE MARIA, DOS ANJOS E DOS SANTOS. FORMAM ASSIM A IGREJA DO CÉU, ONDE VÊEM DEUS "FACE A FACE" (1 COR 13,12), VIVEM EM COMUNHÃO DE AMOR COM A SANTÍSSIMA TRINDADE E INTERCEDEM POR NÓS'

210 - O QUE É O PURGATÓRIO? 1030 - 1031 / 1054

'O PURGATÓRIO É O ESTADO DOS QUE MORREM NA AMIZADE DE DEUS, MAS, EMBORA SEGUROS DA SUA SALVAÇÃO ETERNA, PRECISAM AINDA DE PURIFICAÇÃO PARA ENTRAR NA ALEGRIA DE DEUS'

211 - COMO PODEMOS AJUDAR A PURIFICAÇÃO DAS ALMAS DO PURGATÓRIO? 1032

'EM VIRTUDE DA COMUNHÃO DOS SANTOS, OS FIÉIS AINDA PEREGRINOS NA TERRA PODEM AJUDAR AS ALMAS DO PURGATÓRIO OFERECENDO AS SUAS ORAÇÕES DE SUFRÁGIO, EM PARTICULAR O SACRIFÍCIO EUCARÍSTICO, MAS TAMBÉM ESMOLAS, INDULGÊNCIAS E OBRAS DE PENITÊNCIA' [*ESMOLA*: UMA VALIOSA FORMA DE SOCORRO AOS MORTOS É A *ESMOLA*, QUE APAGA O FOGO DO PURGATÓRIO. DAI *ESMOLA* AO POBRE EM SUFRÁGIO DAS *ALMAS BENDITAS*. AS LÁGRIMAS QUE VOSSAS *ESMOLAS* ENXUGAREM, O ALÍVIO QUE TIVERDES DADO AOS QUE PADECEM FOME, SEDE E FRIO SERÃO ALÍVIO NO PURGATÓRIO PARA AS *ALMAS SOFREDORAS*. É UMA DUPLA CARIDADE SOCORRER OS POBRES POR AMOR ÀS *ALMAS*. TAL ATITUDE BENEFICIA OS VIVOS E OS MORTOS]

212 - EM QUE CONSISTE O INFERNO? 1033 - 1035 / 1056 - 1057

'CONSISTE NA CONDENAÇÃO ETERNA DAQUELES QUE, POR ESCOLHA LIVRE, MORREM EM PECADO MORTAL. A PENA PRINCIPAL DO INFERNO É A ETERNA SEPARAÇÃO DE DEUS, O ÚNICO EM QUEM O HOMEM ENCONTRA A VIDA E A FELICIDADE PARA QUE FOI CRIADO, E A QUE ASPIRA. CRISTO EXPRIME ESTA REALIDADE COM AS PALAVRAS: "AFASTAI-VOS DE MIM, MALDITOS, PARA O FOGO ETERNO"' (MT 25,41)

213 - COMO CONCILIAR O INFERNO COM A BONDADE INFINITA DE DEUS? 1036 - 1037

'DEUS, APESAR DE QUERER "QUE TODOS TENHAM MODO DE SE ARREPENDER" (2 PED 3,9), TENDO CRIADO O HOMEM LIVRE E RESPONSÁVEL, RESPEITA AS SUAS DECISÕES. PORTANTO, É O PRÓPRIO HOMEM QUE, EM PLENA AUTONOMIA, SE EXCLUI VOLUNTARIAMENTE DA COMUNHÃO COM DEUS SE, ATÉ AO MOMENTO DA PRÓPRIA MORTE, PERSISTE NO PECADO MORTAL, RECUSANDO O AMOR MISERICORDIOSO DE DEUS'

214 - EM QUE CONSISTIRÁ O JUÍZO FINAL? 1038 - 1041 / 1058 - 1059

'O JUÍZO FINAL (UNIVERSAL) CONSISTIRÁ NA SENTENÇA DE VIDA BEM-AVENTURADA OU DE CONDENAÇÃO ETERNA, QUE O SENHOR JESUS, NO SEU REGRESSO COMO JUIZ DOS VIVOS E DOS MORTOS, PRONUNCIARÁ EM RELAÇÃO AOS "JUSTOS E INJUSTOS" (ACT 24,15), REUNIDOS TODOS JUNTOS DIANTE D'ELE. A SEGUIR A TAL JUÍZO FINAL, O CORPO RESSUSCITADO PARTICIPARÁ NA RETRIBUIÇÃO QUE A ALMA TEVE NO JUÍZO PARTICULAR' [ FONTE: http://w2.vatican.va/ ]

PODE HAVER TRISTEZA NO CÉU?

A CONDENAÇÃO ETERNA DE PARENTES E AMIGOS NÃO SERÁ CAUSA DE AMARGOS DESGOSTOS, PARA OS BEM AVENTURADOS?

O CORAÇÃO PODERÁ DEIXAR DE AMAR NO CÉU AQUELES QUE TÍNHAMOS O DEVER DE ESTIMAR SOBRE A TERRA?

Diz-se que, no Céu, a alegria será perfeita, completa e sem qualquer mistura de inquietação. Entretanto, a condenação eterna de parentes e amigos não será causa de amargos desgostos, para os bem-aventurados? O coração poderá deixar de amar no Céu aqueles que tínhamos o dever de estimar sobre a Terra?

Sim, no Céu a alegria será perfeita, completa, sem qualquer mistura de inquietação ou tristeza: essa é a ordem querida por Deus.

A Escritura, com efeito, quase que em cada uma de suas páginas, nos mostra os santos repletos de alegria e gozos sem fim e sem medida.

Assim lemos nos Salmos: "Vós me ensinareis o caminho da vida, há abundância de alegria junto de Vós, e delícias eternas à vossa direita" (Sl 15,11). Ora, no local onde reina a alegria em sua plenitude não pode haver aflição nem dor. "Os santos serão saciados na abundância de vossa casa, e lhes dareis de beber das torrentes de vossas delícias" (Sl 35, 9). Eis outra afirmação da felicidade mais plena e superabundante.

E no Apocalipse: "Já não haverá morte, nem luto, nem grito, nem dor, porque passou a primeira condição" (Ap 21, 4). Essas palavras indicam expressamente a ausência de qualquer pena ou dor de alma e de corpo, pois as penas e as dores são um triste apanágio desta vida de provação.

Por fim, Isaías também afirma: "O Senhor Deus enxugará as lágrimas de todas as faces" (Is 25, 8). E em outro trecho: "Os remidos chegarão a Sião com cânticos de triunfo, e uma alegria eterna coroará sua cabeça; a alegria e o gozo os possuirão; a tristeza e os gemidos serão para sempre banidos" (Is 35, 10).

Nada de mais certo, portanto, que a alegria no Céu será perfeita, sob qualquer ponto de vista. Se ali pudesse haver alguma tristeza, isto se deveria: ou ao fato de os bem-aventurados verem Deus muito ultrajado pelos maus; ou por eles próprios serem atingidos por alguma infelicidade; ou, ainda, por verem seus amigos condenados ao inferno. Ora, nenhuma dessas hipóteses pode realizar-se no Paraíso.

A ALEGRIA DOS SANTOS NO CÉU É IMUTÁVEL

Da parte de Deus, nenhum desgosto é possível sobrevir aos bem-aventurados, e isto por diversas razões. Primeiramente, os pecados dos homens, por maiores e mais numerosos que se possa imaginá-los, de modo algum conseguirão ser prejudiciais a Deus. Se é fato que os crimes da Terra parecem obscurecer Sua glória extrínseca, é verdade também que daí Ele tira um grande bem: por um lado, deixando aos pecadores a "liberdade" de ofendê-Lo, Ele faz brilhar mais Sua paciência e Sua bondade; por outro, Sua justiça aparecerá em toda a sua perfeição quando chegar a hora do castigo, na outra vida. Donde se segue que, estando amplamente compensado o dano causado à glória divina pelo pecado, nenhum desgosto pode decorrer desse fato para os justos.

Uma outra razão se deduz dos atributos infinitos de Deus. Os santos O vêem tão bom em Si mesmo, que a perdição eterna dos maus em nada lhes parece atingi-Lo, de tal forma é imensa a glória que Lhe advém de Suas inúmeras e incomensuráveis perfeições. É como se um monarca, dono do universo, perdesse numa catástrofe alguma cidadezinha de seu império: por essa perda - segundo o reconhecimento geral - não valeria a pena derramar uma lágrima sequer; mais ainda, ela seria motivo de alegria, caso tal cidadezinha tivesse merecido a fatalidade que a atingiu.

Em terceiro lugar, os justos não ignoram que nada acontece sem a permissão de Deus, que Ele poderia, com um simples sinal, se absolutamente o quisesse, impedir qualquer falta, fazer tudo entrar em ordem e salvar a humanidade inteira, mas que, por justos motivos, Ele resolveu não usar desse poder.

Por todas essas razões, os bem-aventurados não sentiriam tristeza alguma pelos pecados dos ímpios, nem pela sua condenação. Eles odeiam, é claro, o pecado; mas, por mais enérgico que seja neles esse sentimento, não sofrem por isso aborrecimento algum. Uma coisa é a tristeza ou a dor de alma, outra é a detestação e o ódio: estas podem existir sem aquelas.

É evidente que Deus, apesar do Seu ódio infinito ao mal, não experimenta, por esse motivo, qualquer desgosto. Deus é imutável; a aflição, como qualquer outro mal, não O atinge, e quando se fala a Seu respeito, certas expressões como estar "aflito", "pesaroso" ou "arrependido" têm apenas um sentido metafórico.

Ora, paralelamente, isso se aplica aos santos do Céu. Filhos de Deus, participam da condição de Deus e, como Ele, se bem que num grau inferior, são inacessíveis à aflição proveniente de qualquer mal que eles possam testemunhar. Sua beatitude - supereminente e perfeitíssima participação da beatitude de Deus - é imutável como a dEle, incompatível com qualquer pena, pois a dor é um mal e uma imperfeição que repugna à infinita suavidade da condição beatífica.

O AMOR BEATÍFICO SE FUNDAMENTA NA CARIDADE

Se os bem-aventurados estão isentos de todos os males, se vivem envoltos nos bens infinitos e eternos, claro está que eles não encontram em si motivo algum de aflição. Mas os seus próximos, os seus amigos cujo destino é a eterna condenação, não serão causa de amargos desgostos para eles? De forma alguma. Pois o amor beatífico não se baseia no parentesco carnal, seu fundamento é a comunhão no espírito divino e na adoção divina. No Céu, a amizade ou o parentesco não têm senão um papel muito secundário. Pouco importa à pessoa, no estado beatífico, saber se deve a este ou àquele a vida corporal; pois se ela nasceu de tal pai e não de tal outro, isso ocorreu, não por uma disposição da vontade humana, mas por um decreto da Providência. Ademais, a energia geradora não vem do homem, é um dom de Deus concedido livremente a ele. E freqüentemente o homem busca menos o bem do filho que ele gera, do que o seu próprio prazer; entretanto, como instrumentos de Deus para formar os corpos, os pais têm o dever de cuidar de seu filho, e este a obrigação de obedecer aos pais e de socorrê-los nas necessidades da vida.

O PAI NÃO SE LAMENTARÁ PELA CONDENAÇÃO DE SEU FILHO

No Céu, as condições mudam: só Deus é pai, Sua supereminente paternidade ultrapassa qualquer outra, e os justos só se consideram como filhos adotivos de Deus. Que eles guardem uma afeição especial por aqueles que na Terra foram seus pais ou seus filhos ou seus amigos, que desejem a salvação deles preferencialmente à de qualquer outro, nós concordamos.

Isso não impede que, se qualquer um dos seus parentes ou amigos aqui na Terra venha a prevaricar, eles o olhem como um inimigo, porque, pelo pecado, ele se torna inimigo de Deus; a partir de então, ele passa a ser, aos seus olhos, digno de condenação e, longe de se entristecerem, os justos se alegram pelos tormentos que ele sofre no inferno, pois estes fazem resplandecer a justiça divina, segundo as palavras do Rei-Profeta: "O justo terá a alegria de ver o castigo dos ímpios, e lavará os pés no sangue deles" (Sl 57, 11).

Assim, no Céu o pai não se lamentará pela condenação de seu filho, nem o filho pela de seu pai, nem o amigo pela de seu amigo; mas, de acordo com o Soberano Juiz, eles pronunciarão um e outro a sentença de reprovação.

(cf. Suma Teológica, Supl., q. 94, a.3). (Traduzido, com adaptações, de L´Ami du Clergé, 1898, p. 699-700) (Revista Arautos do Evangelho, Nov/2008, n. 83, p. 28-29)

Fonte: http://arautosdoevangelho.eco.br/artigo/

É VERDADE QUE NO CÉU, A AMIZADE OU O PARENTESCO NÃO TÊM SENÃO UM PAPEL MUITO SECUNDÁRIO, MAS,

É VERDADE TAMBÉM QUE NO CÉU, O NOSSO CORPO E A NOSSA ALMA SERÃO PERFEITOS E, PORTANTO, TAMBÉM O SERÃO OS NOSSOS RELACIONAMENTOS FUNDAMENTAIS, TANTO CONJUGAIS COMO FAMILIARES. ELES NÃO SERÃO JOGADOS FORA NEM SIMPLESMENTE ESQUECIDOS.     

O CASAMENTO CONTINUA NO CÉU?       

Acesse: https://padrepauloricardo.org/blog/

LIVRO - O CÉU - ESPERANÇA DE NOSSAS ALMAS

'SE OS HOMENS PENSASSEM MAIS NO CÉU, A VIDA NESTA TERRA SERIA BEM MELHOR... PORQUE É A ESPERANÇA DA VIDA FUTURA QUE NOS DÁ FORÇA PARA SERMOS MELHORES E ENFRENTARMOS AS DIFICULDADES DESTA VIDA. EM MEIO A TANTAS SOMBRAS QUE VÃO COBRINDO A TERRA, A LEITURA DESTE LIVRO NOS AJUDARÁ A AUMENTAR EM NÓS A ESPERANÇA NO CÉU E PORTANTO A FELICIDADE NESTA TERRA'

Adquira: https://ecclesiae.com.br

01) O QUE SÃO OS ANJOS?

Vídeo Melhor Visualizado ou em HD - Click no Vídeo:

1) Detalhes 2) Qualidade 3) Maior Qualidade ou HD

02) ENTRE A FÉ E A RAZÃO, ONDE FICAM OS ANJOS?

LEGENDA EM TODOS OS IDIOMAS - Click no Vídeo:

1) Detalhes  2) Legendas/CC  3) Idioma X  4) Traduzir automaticamente - * Veja quais vídeos estão disponíveis.

03) PODE-SE PRESCINDIR DA EXISTÊNCIA DOS ANJOS?

04) GRADUALIDADE E HARMONIA NA CRIAÇÃO

05) OS ANJOS NA REVELAÇÃO

06) O QUE QUER DIZER ANJO?

07) ANGEOLOGIA TOMISTA: SOLIDEZ E ATUALIDADE

08) FILOSOFIA ANTIGA E OS SANTOS PADRES

09) DIONÍSIO AEROPAGITA E A BÍBLIA

10) QUE GLÓRIA DÃO OS ANJOS A DEUS?

11) OS TRÊS ARCANJOS

12) MEU ANJO DA GUARDA ME OUVE?

13) OS ANJOS TEM MATÉRIA?

14) OS ANJOS TEM SENTIMENTO?

15) OS ANJOS SÃO DEUSES?

16) A BASE DA RELAÇÃO ENTRE ANJOS E HOMENS

17) QUANTOS SÃO OS ANJOS?

18) OS ANJOS PODEM MORRER?

19) OS ANJOS PREPARAM A VINDA DO MESSIAS

20) OS ANJOS SÃO FILHOS DE DEUS, OU SOMENTE OS HOMENS?

21) POR QUE PODEMOS COLOCAR OS ANJOS COMO INTERMEDIÁRIOS JUNTO A DEUS?

22) OS ANJOS E O NATAL

23) O CONHECIMENTO ANGÉLICO

24) QUAL A DIFERENÇA ENTRE O CONHECIMENTO HUMANO E O CONHECIMENTO ANGÉLICO?

25) O CONHECIMENTO INFUNDIDO POR DEUS

26) A INTUIÇÃO ANGÉLICA

27) OS ANJOS CONHECEM NATURALMENTE A DEUS?

28) OS CONHECIMENTOS ANGÉLICOS SÃO TODOS IGUAIS?

29) O ANJO CONHECE O FUTURO?

30) ANJO, VONTADE E LIVRE-ARBÍTRIO

31) TODAS AS CRIATURAS TENDEM PARA DEUS?

32) O AMOR NATURAL NO ANJO, A DEUS E AOS OUTROS

33) COMO SE DÁ A PROTEÇÃO DOS ANJOS EM NOSSAS VIDAS?

34) OS ANJOS PODEM DE ALGUMA FORMA SE MATERIALIZAR?

- BÍBLIA FREE 01

Acesse: https://www.combate-espiritual.com/biblia-1